Mercado Financeiro Para Iniciantes – O Que Você Precisa Saber Sobre Este Assunto

Mercado Financeiro Para Iniciantes – O Que Você Precisa Saber Sobre Este Assunto

Neste artigo sobre o mercado financeiro para leigos, gostaria de dar algumas dicas para melhor entender como este funciona.

Muitas pessoas, têm dificuldade de entender sua linguagem, e por vezes acabando desistindo de se aventurar neste mercado. Entretanto, não é preciso ser assim tão difícil.

Primeiramente, o que você precisa é entender o básico sobre o tema. O que ele é, como funciona e quais seus produtos e serviços disponíveis.

Ou seja, aqui gostaria de abordar o assunto de forma prática e com linguagem simples. Para que dessa forma, você aprenda sem complicações. Então venha conferir! ( piscadela 😉 )

 Mercado Financeiro Para Iniciantes

Mas então, o que é o Mercado Financeiro? Ele abrange toda a esfera de compras e vendas de ativos financeiros. Tais como, ações, títulos, câmbio e outras mercadorias.

Nesse âmbito, existem tanto mercados gerais, com diversas mercadorias a serem negociadas. Quanto os mercados especializados, aonde apenas um produto é comercializado.

Portanto, é necessário que diferentes instituições estejam envolvidas, facilitando a comunicação entre investidores. Bem como, para regular e fiscalizar as transações a serem realizadas.

Além disso, neste mercado, quem possui o dinheiro sobrando e tem como objetivo seu rendimento, é o chamado investidor. Que dispõe de mais de uma forma para alcançar seu objetivo.

Entretanto, todos são baseados em um único princípio, o capital deverá ser destinado a aplicações. Que serão valorizadas conforme as especificações estabelecidas entre ambas as partes da negociação.

Como, por exemplo, na Renda Fixa em que o investidor tem a possibilidade de em alguns aplicações saber previamente quanto o seu dinheiro irá render. Ou, na Renda Variável, que são as ações das empresas, nas quais estará ciente das oscilações nos preços de mercado.

Não sendo assim possível, mensurar de forma certa o quanto poderá receber.

Por outro lado, temos os captadores de recursos financeiros presentes nesse mercado. Tais como as empresas, as instituições e até mesmo pessoas que também desejam obter capital.

Dessa forma, a captação costuma ser utilizada para fins como: desenvolvimento econômico, pagamento de dívidas, realizar financiamentos, entre outros projetos.

Como Funciona

Outro tema importante na hora de abordar o mercado financeiro para leigos, é como este funciona na prática. E, ao contrário do que muitos imaginam, não é assim tão complicado!

Dessa forma, é preciso entender que o mercado funciona a partir de dois lados, e como em qualquer comercio nós temos vendedores e compradores. Estes irão se unir por intermédio de instituições e empresas, que facilitam o encontro de ambos.

No entanto, esses intermediários também precisam obter seus lucros certo? É assim que entram as taxas de mercado, cobradas em cima das operações que esses ajudam a realizar.

Ademais, não é necessário que haja uma comunicação direta, podendo ser feita através da aplicação. Que é uma forma que os intermediários tem de conectar indiretamente os dois lados.

Com o intuito de fornecer capital para a empresa, que por sua vez irá emprestar este para quem precisa obter recursos para seus próprios projetos.

Ou seja, quem tem capital excedente, irá emprestar a quem precisa – e possui condições de pagar.

Mas saiba que este mercado conta com importantes órgãos para sua regulamentação. Como o Conselho Monetário Nacional (CMN) , Banco Central do Brasil, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), e o Conselho Nacional de Previdência Complementar.

Como Investir no Mercado Financeiro

Agora que expliquei um pouco sobre o mercado financeiro, como é caracterizado e como funciona, gostaria de falar então, sobre como aplicar esses conhecimentos na sua vida.

Nas minhas aulas eu sempre brinco com os meus alunos dizendo que eu não gostava de matemática até começar a fazer conta dos lucros das aplicações.

Primeiramente, você precisa fazer um planejamento financeiro e das suas metas. Porque você quer investir? Quanto capital você irá precisar para tal? Em quanto tempo você pretende alcançar seu objetivo?

Por exemplo, obter dinheiro para comprar um carro novo ou para pagar uma dívida. Nesses casos, é preciso saber quanto custa, o que você tem e o quanto ainda precisa.

Por último, em quanto tempo que você deseja realizar isso. Dessa forma, você irá estipular metas e prazos para organizar suas finanças.

Como começar a poupar dinheiro:

Se estiver com dúvidas sobre suas metas e objetivos, algumas sessões de coach te ajudarão a definir seus objetivos e projetar você para o sucesso.

Depois disso, comece a poupar seu dinheiro (caso não o tenha ainda) pois, para cada tipo de investimento, necessitamos de determinada quantidade de capital para ser iniciado.

Ou seja, faça um orçamento mensal a partir dos seus rendimentos. Determinando quanto irá separar para esse investimento, bem como a possibilidade de realizar corte de gastos desnecessários.

Despesas são como as nossas unhas. Se não cortar com freqüência certamente irá te machucar.

Em seguida, abra sua conta em um banco ou uma corretora de valores da sua confiança e faça simulações de aplicação. Assim, você ficará ciente dos ricos e benefícios existentes em cada tipo de investimento.

Bem como, será capaz de definir qual modalidade mais atende aos seus objetivos. Sejam eles, de curto, médio ou longo prazo.

Mas não se esqueça, é necessário ter uma conta bancária para realizar qualquer transação.

Logo, quando escolher a melhor aplicação para você, faça uma transferência para sua corretora, empresa ou instituição, no valor determinado.

Se quer investir mais no seu conhecimento antes de aplicar seu dinheiro, também recomendo que contrate um Planejador Financeiro Pessoal.

Este profissional certificado é apto para te orientar com toda clareza quais são suas necessidades e os melhores produtos para o seu momento de vida.

Nesse artigo, busquei explicar de forma bem sucinta o mercado financeiro para leigos de forma prática e simplificada.

No intuito de esclarecer, como basicamente funciona esse mercado.

Bem como, mostrar que não é preciso ser um grande especialista do assunto para entender e aplicar esses conhecimentos na sua vida.

Basta você saber quais são seus objetivos e definir metas para poder alcançá-los.

Assim como, procurar se informar sobre as intuições, empresas, etc… antes de realizar qualquer transação comercial.

Você aprendeu algo novo com este artigo? Compartilhe com seus amigos para que eles também se beneficiem desta informação!

Leia também sobre Fundo Garantidor de Crédito – Novas Regras

Sobre o Autor

Rafael Mantuan
Rafael Mantuan

Planejador Financeiro Pessoal e Coach. Fundador do Instituto Sucesso e Gerente Geral no Banco Safra

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *